segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Vou andar a cantarolar isto toda a semana

(a Naifa em repeat na minha cabeça)


Como um raio a rasgar a vida, como uma flor 
a florir desmedida, como uma cidade secreta 
a levantar-se do chão, como água, como pão 

Como um instante único na vida, como uma flor 
a florir desmedida, como uma pétala dessa flor 
a levantar-se do chão, como água, como pão, 

Assim nasceste no meu olhar, assim te vi, 
flor a florir desmedida, assim te vi, a rasgar a vida 

Como um instante único na vida, como uma flor 
a florir desmedida, como uma pétala dessa flor 
a levantar-se do chão, como água, como pão, 

Assim nasceste no meu olhar, assim te vi, 
flor a florir desmedida, assim te vi, a rasgar a vida 

Foto - desvarios matinais em fds de avante

Sem comentários: