sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Há uma linha que separa....


um momento de sorte e um de azar
a decisão de olhar para o céu e contemplar o quanto este está bonito ou o chão coberto de folhas
a louca opção de passar uma avenida de 4 faixas na passadeia ou atravessa-la a meio, porque não vem carros.
Há uma linha que separa todos os dias do ano daquele em que encontramos um talão do euromilhões para HOJE, no meio de uma das maiores avenidas de Lisboa, simplesmente caído no chão (aposto que de um bolso masculino distraído, porque as senhoras guardam estas coisas naquelas carteiras cheias de papel que temos!)

Assim sendo, há uma linha de sorte que separa a hipótese de eu ser apenas excêntrica de ser estupidamente rica (e excêntrica), sem nem sequer ter jogado.

O dia começa bem!

( e a piadinha da linha já começa a enjoar)

Sem comentários: