quinta-feira, 29 de março de 2012

Um sentimento inigualável


estar em paz com a nossa existência
sentir que somos exactamente o que sempre quisemos ser e estamos em perfeita harmonia com o ambiente que nos rodeia
é sentar num muro que nos oferece uma vista ao pôr do sol, sob os telhados duma cidade que nos é estranha mas que nos fascina
é pensar que somos felizes, não pelo padrão dos outros mas pelo nosso 
somos o que somos e não devemos nada a ninguém 
é estar grato por se estar naquele lugar, àquela hora
eu já me senti assim algumas vezes ,mas em Roma, sentei-me e apreciei (pela primeira vez) esse sentimento inigualável de felicidade, estarmos felizes sem precisarmos da companhia ou da aprovação de mais ninguém.

Sem comentários: