sábado, 3 de março de 2012

Sessão Dupla :: A Vergonha e O Artista

Esta semana vi A Vergonha
 sem vergonha nenhuma da quantidade de vezes que o Michael Fassbender se passeia nú no ecrã mas fiquei visivelmente perturbada pelo descontrolo emocional que ele transmite (e pelas semelhanças com alguém do passado).
Michael Fassbender, boy u hot!

 Depois fui-me curar a ver O Artista :) 
que posso dizer?
amei!!
talvez me deixe de filmes novos e passe para os antigos. Por vezes não é preciso dizer nada para se compreender o que se passa à nossa volta. 
e a música? que vontade de dançar e mergulhar no ecrã!

única coisa má.....a merda de sala que escolhi. Não o vejam uma centro comercial, se tiverem o azar de calhar ao lado de um filme barulhento vão-se arrepender.
Ah, e eu tenho uma reclamação a fazer aos srs. dos cinemas Castelo Lopes porque os cromos que trabalham no Loureshopping são desatentos, prestam um mau serviço (enganaram-se a vender-me o bilhete, o filme só começou dp de eu vir cá fora perguntar o que se passava porque não estava ng por perto nem para ligar o raio do filme), admitem música ambiente horrorosa (em altos berros mesmo dentro da sala) e além disso tem salas sujas.

Quanto aos filmes, não os aconselho a quase ninguém que me é próximo porque é o tipo de filme, completamente diferentes um do outro, que não se escolhe da lista do cinema ao calhas como quem escolhe um sabor de gelado, por aqui temos mesmo de saber o que "vamos comer".

Sem comentários: