quarta-feira, 21 de setembro de 2011

+10 pontos para o Alfaiate

e outros 10 pontos para a boazona da foto :) belo vestido, belas tatuagens e a foto?! FIVE STARS

Desirée


Não tenho tatuagens. Nem nunca vou ter. Algo que nem consigo conceber teria que ocorrer na minha vida para que isso pudesse acontecer. Mas isso não significa que não goste, aprecie ou consiga admirar. Como também não me visto de preto e já retratei homens de luto da cabeça aos pés. Aliás...não estivesse eu aberto a estímulos diferentes daqueles que encontro ao espelho e nenhum daqueles que me está a ler neste preciso momento perderia aqui mais tempo. E sinto isso desde sempre. Como quando em miúdo mudava de roupa depois de um almoço de família e ia até um concerto duma banda hardcore e me sentia tão bem na pele de neto educado quanto na de adolescente irreverente. E acho que essa é simplesmente a forma como, mais que roupas ou visuais, vou encarando (ou tentando) o que acontece à minha volta. Porque não precisei de fazer um esforço para gostar da Desirée. Porque se isso me causasse esforço este blogue já teria acabado faz tempo. Como não precisei de me esforçar para sorrir com a Ana, com o Willian ou com a sua namorada. Porque naquele momento (como que) me apaixonei pela imagem da Desirée. Eu, que jamais terei uma tatuagem.

Roubei-a aos amigos, puxei-a para a luz e fotografei-a. E fiz a foto mais bonita da minha vida. E disse-lho. Ela claro... ficou a pensar que eu era um tipo educado. Não sou nada educado. Sou apenas um tipo que hoje mesmo podia dar o blogue por terminado. Agora mesmo... que fiz a foto da minha vida



[esta publicação pode também ser vista aqui]

Sem comentários: