segunda-feira, 2 de maio de 2011

Last Night


Em Outubro passado, no primeiro dia que estive em Roma, dei de caras com o outdoor deste filme. Sei que pelo imagem e pelo pouco italiano que percebo, consegui perceber o tema do filme.
"A última noite", como é que nunca tinha ouvido falar daquele filme e ele já ia estrear?! Afinal estreou primeiro em não sei quantos Festivais de Cinema e só no mês passado chegou às salas em Portugal.

Não o fui ver ao cinema porque sabia a história e não lido bem com sentimentos em público (amor e infidelidade incluídos). Este é daqueles filmes que temos de ver no conforto e privacidade do nosso lar, diga-se, sofá da sala.

Quem viu o trailer sabe. Casal bonitinho, um com a tentação que é ter a Eva Mendes como colega de trabalho e a outra que tem uma bagagem emocional grande.....e Francesa.
Adorei o filme, sei que não é preciso muito para me convencer :) sim tem dois homens lindos (e eu adoro sotaques!) e jesus....Eva, devias ser proibida de sair de casa!!! A Keira, tadinha......gosto das mulheres com curvas.
Este filme diz-me muito, embora neste momento sejam observações a episódios do passado, a episódios que eu já vi e vivi nas 4 perspectivas. As decisões....não, as respostas (in)conscientes em determinados momentos podem modificar a nossa maneira de ver o mundo e de viver nele. Há coisas que não se consegue apagar, da mente, do corpo....seja uma frase, um olhar, um beijo, um cheiro ou simplesmente a presença de algo mais.
Este filme fez-me recordar "the one that got away" e  "the one i wish i knew how to quit". Faz-me pensar nas escolhas que tomamos e no quanto pensamos nos "What ifs".
Podia ser bem melhor, todos os filmes podem. O fim, os detalhes, os olhares, o amigo eloquente e metido à besta.....ADOREI.
Mas o que me agradou mesmo muito foram os detalhes, as subtilezas, um toque, um gesto, uma mão na perna, o passar a mão no cabelo, o fumar....jesus, o fumar  :)


What I wouldn’t give to get tired of you.” 
Joanna

1 comentário:

. Sofia . disse...

Eu também adorei o filme. O "francês" é mesmo um Homem. *.*
Quanto às meninas, por acaso prefiro a Keira à Eva. :)