terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Verdades....ui

tou a repousar o almoço e à espera...portanto, vi aqui no Sinto-te a Falta e decidi fazer o mesmo.....realçar A AZUL as verdades. (e colocar a letra maior que tou meia pitosga hoje)


Sinto falta de alguém agora. Já vi um filme porno (começa bem!) Acredito que a honestidade é a melhor política. Mudei muito mentalmente desde o ano passado (desde 2009). Sou muito, muito inteligente. Nunca parti um osso do corpo. Tenho um segredo que tenho vergonha de revelar. Amo a chuva. Sou paranóica. Preciso de dinheiro agora. Queria ter um irmão (mas continuar a ter a irmã). Menti a um bom amigo nos últimos seis meses. Normalmente sou pessimista (mas sou idiota ao ponto de ter grandes expectativas para algumas coisas que não devia!) Tenho oscilações de humor. Acho que a prostituição deve ser legalizada (juntamente com a droga….não é por isso que se vai deixar de “consumir”). Sou bipolar (já não tanto). Tenho um talento escondido. Gosto de falar ao telefone. Praticamente vivo de camisas e calças de ganga. Tenho um telemóvel (dois). Actualmente tenho um fraquinho por alguém PELA PRIMEIRA VEZ NA VIDA ESTOU LIVRE DE PAIXÕES, FRAQUINHOS E COMPLICAÇÕES AMOROSAS. Não tenho nenhuma ideia do que quero fazer o resto da minha vida. Não quero ter filhos no futuro (já tenho, demasiado tarde!!). Sou muito tímida perto do sexo oposto. Vejo canal Panda e gosto. Tive uma queda por alguém que nunca conheci. Beijei alguém que sabia que não devia. Não toco um instrumento musical. Caio mais rapidamente em “desejo” do que “amor( não se cai em amor). Sou uma pessoa totalmente diferente em torno de pessoas diferentes (sou sempre a mesma merda, com toda a gente). Não importa onde estou ou com quem estou, pareço sempre uma solitária. O meu coração reside abaixo dos meus pés. Uma vez roubei um chocolate no supermercado (uma dia roubei uma revista na papelaria). Não tenho a capacidade de tomar decisões sem mudar a minha forma de pensar. Sou mais analítica sobre as pessoas que conheço (já fui mais….agora deixei-me de análises). Acredito na perda de tempo. O meu feriado favorito não é o Natal. Não sei o que faria sem os meus amigos. Estou com fome. Tenho um problema em expressar as coisas. Sou a pessoa mais necessitada que conheço à face do planeta. Só vejo televisão quando está alguém no computador. Sou um pouco louca. Apaixono-me com muita facilidade. Adoro cheirar cola. Sou muito egoísta. Acho que a raça humana está mal e deve ser demolida. Já copiei num teste. Estou farta de drama (deixei-me de dramas). Preciso de um emprego digno. Já fingi que estava a estudar. Não sou burra, sou um depósito de informações inúteis (que arrancam sorrisos e boas gargalhadas). Já fiz um teste sem estudar. Já tive vontade de mandar todos p’ra puta que os pariu (já mandei) Tenho nojo de baratas. Os meus conselhos são os piores possíveis. Já fingi estar doente para não ir às aulas. Tenho medo de ficar sozinha no escuro (tenho dias em que acho que alguma coisa vai sair do escuro na minha casa, onde eu estou há horas…mas ok…traumas de muitos filmes de terror na juventude). Menti sobre um dos itens desta lista. Já me quis matar. 

Hey that's me!

Sem comentários: