quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Jim Morrison faria hoje 67 anos


Há alguns anos, quando tinha de aturar algumas tardes de The Doors em altos berros na sala lá de casa, dava por mim a desenvolver uma tremenda dor de cabeça e um tamanho desdém por qualquer música deles.
:) Felizmente, com a idade também vem a sabedoria e como ainda ontem se falava durante um jantar e a aceitação perante comida picante, também algumas músicas custam a entranhar em nós. Sempre se disse, "primeiro estranha-se, depois entranha-se".

Actualmente THE DOORS não podia estar mais entranho em mim (isto soa estranho!)
Já não me dá dores de cabeça mas sim a possibilidade de ficar em dois estados completamente opostos, o extremamente calmo e relaxado ao outro em que sinto uma vontade imensa de me enfiar no meio do moche num concerto qualquer, em que a adrenalina sobe para níveis estupidamente prejudiciais à minha saúde visto que oiço The Doors, por norma, enquanto conduzo.

Eu sei, também faz hoje 30 anos que John Lennon desapareceu....acredito celebrar os aniversários de vida não de morte :S
é triste mas quando alguém morre esquecemos que a data que mais gostávamos de celebrar com essa pessoa. Será sempre o Natal e o aniversário das pessoas que me fazem falta que me trazem mais saudades.

e não querem entrar em caminhos de melancolias pré-natalícias deixo-vos com música



Vou ali embrulhar um cachecol já volto





"The future's uncertain and the end is always near..."
é esta a música que coloca os outros automobilistas à minha volta EM PERIGO :)

Sem comentários: